Minhas Confissões
 
23 de dezembro de 2006
 
Aqui vai Natal no Mar, produzida, já com letra.
Aquela lua imensa, quase tocando o horizonte, e você, longe de casa, do tombadilho, assiste-a nascer ouvindo o mar, calmo e quente, bater no casco do navio, lá embaixo. Pensa nos seus queridos e se lembra que devem estar sentados em volta de uma mesa toda enfeitada, festejando.
É noite de Natal. O cheiro do mar se transforma em perfume de saudade. E você conversa com aquela imensa lua, e deseja que também estejam sentindo sua falta.
Letra e música minhas, com produção do Toninho Zemuner. Espero que goste. A propósito, gostaria de saber como ficaria Natal no Mar em 4 vozes? Mesmo sendo um rascunho, gravado de uma vez, só, sem ensaio e sem afinação? Se acha que suporta, então clique aqui.